Roteiro: 7 Sítios Famosos da Serra Paulista

Antes de mais anda é preciso entender que a Serra Paulista não é uma cidade em si, mas sim uma região próxima a cidade de São Paulo que é muito conhecida por seu clima frio.

As cidades desta região ficam sobre uma área montanhosa, por isso o clima frio, e possuem um clima bucólico e europeu.

Estas cidades são muito procuradas nos meses frios pelos turistas, já que nelas é possível encontrar temporadas que chegam perto dos 0° C.

Assim, se você quiser saber quais são as melhores cidades da Serra Paulista para curtir o clima frio, confira abaixo.

Campos do Jordão

Conhecida como a “Suíça Brasileira”, Campos do Jordão é uma cidade localizada no topo das montanhas e colinas do estado de São Paulo

Localizada bem próximo da capital paulista, esta é uma das cidades mais altas do Brasil: aproximadamente 1.628 metros de altura. 

Com um estilo de arquitetura alemã e clima bastante frio, Campos do Jordão atrai muitos turistas principalmente no inverno. Aqui, você pode apreciar a vista do Pico de Itapeva, situado a uma altitude de 2.000 metros, onde você pode desfrutar de uma vista fantástica sobre o Vale da Paraíba, o Jardim Botânico e a Pedra do Baú.

O cenário cultural da cidade é efervescente, é aqui que acontece o famoso festival de inverno em julho.

Araçoiaba da Serra

Conhecido como “Esconderijo do Sol”, Araçoiaba da Serra fica a 123 km de distância da capital paulista, possui uma exuberante beleza natural e sendo rodeada pela natureza. 

Um dos principais pontos turísticos da cidade é o Morro de Araçoiaba, que no passado foi um ponto onde os Bandeirantes encontraram as primeiras minas de metais preciosos da região e onde foram construídos as primeiras fundições de metal da cidade. Isso acontece em 1591, mas os fornos estão preservados até hoje. 

Outra grande atração turística da cidade é o Horto Florestal, que é um lugar perfeito para conhecer locais de preservação da natureza.

São Roque

São Roque é outra cidade da Serra Paulista que fica localizada na região de sorocabana, e é uma típica cidade do sudeste brasileiro em sua tranquilidade e belo ambiente natural. 

A maioria dos visitantes que vem a São Roque a procura dos deliciosos vinhos que são produzidos aqui e, se você passar pelo Roteiro do Vinho, encontrará muitas vinícolas tradicionais. 

Exclusivamente, a cidade também organiza um festival anual de cerejeiras para celebrar sua a cultura japonesa dos imigrantes que vivem aqui e, se você planejar bem sua viagem, poderá ver centenas de cerejeiras em flor!

Cunha

Cunha é uma cidadã da Serra Paulista que faz parte da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte. 

Desde os primórdios de sua fundação, Cunha tornou-se um importante centro de cerâmica de grés, com 5 fornos a lenha Noborigama e 16 estúdios de cerâmica. 

Por isso, a cidade é muito visitada por causa da cerâmica, clima agradável, parques naturais e gastronomia. 

Nos últimos anos, o turismo na região cresceu, com visitantes vindos de toda a região para desfrutar do parque estadual da Serra do Mar, lojas de artesanato, além de festivais que acontecem por aqui, como o festival anual de cordeiros.

Visconde de Mauá

Com chalés aconchegantes, florestas profundas, pistas campestres cobertas de flores silvestres e o som constante da água correndo, Visconde de Mauá é um vale idílico do rio que parece um mundo completamento isolado. 

Seu isolamento é em grande parte graças às limitadas rotas de acesso da cidade, os visitantes devem alternar entre os cumes das montanhas na rota pavimentada de 27 km de Penedo, ou seguir uma série de estradas de terra irregulares de Liberdade, cidade de Minas Gerais.

Penedo

Originalmente fundada como uma colônia finlandesa no início do século 20, Penedo se tornou um resort de férias que abrange todas as coisas não brasileiras. 

Na parte baixa da cidade, mais desenvolvida, você encontrará armadilhas para turistas que capitalizam a herança europeia da região, misturadas com autênticas influências do Velho Mundo, como o Clube Finlândia, que ainda realiza danças finlandesas tradicionais no primeiro sábado de cada mês. 

No Alto do Penedo, na parte alta da cidade, é mais fácil apreciar a beleza natural exuberante que fica fora dos limites da cidade. Onde quer que vá, você certamente apreciará a ênfase na sauna finlandesa tradicional, encontrada na maioria dos hotéis.

Serra Negra

A 4.265 pés acima do nível do mar na Serra da Mantiqueira, a Serra Negra atrai hordas de paulistanos e fãs de motocicletas que procuram um fim de semana bucólico nas montanhas. 

Além de várias fontes de água mineral, há a Rota do Café, onde você pode dirigir por milhares de hectares de cafezais até chegar a Cachoeira dos Sonhos, onde é possível nadar e fazer um lanche. 

Você também pode ir até o Alto da Serra, o ponto mais alto da cidade, onde os amantes de parapente se reúnem nos fins de semana. Para chegar lá, siga as indicações da Avenida João Gerosa e siga pela Rua 14 de Julho até o Hotel São Mateus, até chegar a uma estrada de terra à esquerda que levará ao topo. 

A principal rua comercial de Serra Negra é a Rua Coronel Pedro Penteado, onde você encontra muitas malhas, bolsas de couro e roupas, além de doces e queijos de todos os tipos. 

Como chegar a Serra Paulista se estiver longe

Como a Serra Paulista fica próxima a cidade de São Paulo, é muito simples encontrar passagens aéreas em promoção para este destino.

Chegando na cidade de São Paulo você pode explorar toda a Serra Paulista de carro, pois esta é uma das melhores maneiras de conhecer bem a região a fundo.

Mas, uma dica é buscar suas passagens aéreas promocionais para Serra Paulista com antecedência, assim você consegue preços melhores para viajar nos meses mais frios, que é quando esses destinos se tornam ainda mais bonitos. 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *